Após ameaça, “Bem Estar” é salvo na Globo

Ponto fraco da programação matutina da Globo, em razão de sua frequente baixa audiência, o “Bem Estar” ganhou sobrevida na emissora. A “salvação” do programa de saúde foi a entrada de inserções de merchandising, após a migração da atração do departamento de jornalismo para o de entretenimento.

A oportunidade de inserir publicidade deu um novo fôlego ao matinal, que passou a ter uma fila de anunciantes, de acordo com o jornalista Daniel Castro, do site Notícias da TV. Agora, os apresentadores Mariana Ferrão e Fernando Rocha têm a possibilidade de se envolver nos comerciais, diz o Terra.

Na última segunda-feira (11), foi ao ar o primeiro merchan da história do programa, que completa oito anos no próximo dia 21. Depois do quadro “Tem Bicho”, Ferrão introduziu uma ação sobre um medicamento antipulgas, ao lado de uma médica veterinária. A demanda de anúncios é tão grande que o departamento decidiu limitá-los em três vezes por semana.

Apesar do clima de alívio pela continuidade da atração, há também um certo mal-estar dentro da redação, completa Castro. Pelo fato da equipe ser composta por jornalistas, muitos não se entendem com o mercado publicitário, o que cria resistência por parte de alguns profissionais.

Apesar do respiro, o programa ainda continua desprestigiado. Há pouco mais de 40 dias, a atração perdeu tempo de duração, passando de 40 para 30 minutos. Nos bastidores, entretanto, ainda corre a fofoca que o “Bem Estar” vai se tornar um quadro de um novo programa que deve ocupar a faixa da manhã ainda este ano e deve contar com Fernanda Gentil na apresentação.

15/02/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)