Musa é expulsa da escola de samba da Vila Maria por ter Tatuagem do Presidente Jair Bolsonaro

A musa da escola Unidos de Vila Maria, Erika Canela, que foi Miss Bumbum Brasil 2016, não vai mais desfilar pela escola de samba no Carnaval de 2019. O motivo é que Erika publicou em seu Instagram fotos em que mostra ter feito uma tatuagem do presidente Jair Bolsonaro. Em nota, a escola disse “não compactuar com quaisquer manifestações política  durante o seu desfile.”

“A Escola de Samba Unidos da Vila Maria não compactua com quaisquer manifestações políticas durante o seu desfile no sambódromo do Anhembi que acontece no próximo sábado (2). A nossa Verde, Azul e Branca zela pela alegria, irreverência e cidadania pelo os seus componentes que trabalhamos juntos; visto que há mais de 16 anos, oferece à sua comunidade diversos atendimentos sociais que já beneficiaram mais de 160 mil pessoas carentes.” Unidos da Vila Maria. diz o comunicado oficial.

Em entrevista ao site Yahoo, Erika afirmou: “Sou Unidos da Vila Maria há três anos, já recebi até convite para ser rainha de bateria, tenho um enorme carinhos por ele, e esse ano estou impedida de ser musa. Estou realmente triste com as pessoas que me criticam e que causaram tudo isso. É muita intolerância  por conta de uma tatuagem.”

(Visited 1 times, 1 visits today)