Perdigão recolhe mais 460 toneladas de frango por risco de contaminação de salmonella

A BRF, dona da marca Perdigão, anunciou o recolhimento de aproximadamente 164,7 toneladas de carne de frango in natura destinada ao mercado doméstico devido ao risco de contaminação por salmonella, segundo comunicado divulgado nesta quarta-feira. A BRF também disse que removeu outras 299,6 toneladas de carne de frango in natura destinada ao mercado internacional como medida de precaução pelo mesmo motivo.

Os produtos foram comercializados nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Nem todos os tipos de salmonella são prejudiciais à saúde humana. Os que representam riscos são a Salmonella typhimurium e a Salmonella enteritidis. A bactéria pode ser neutralizada caso os produtos sejam expostos a temperaturas elevadas. Saiba os riscos e como evitar a contaminação, atesta o Extra .

A empresa informou ainda que a carne recolhida saiu de sua unidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul, e que “destacou um grupo de especialistas para investigar as origens deste único caso para garantir a adoção das medidas apropriadas para evitar recorrência”.

13/02/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)