Seduc estabelece critérios para seleção de coordenadores pedagógicos

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) publicou portaria que estabelece critérios para a lotação, designação e atuação dos coordenadores pedagógicos das escolas estaduais. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado de terça-feira (12) e também está disponível no site da Seduc (www.educacao.al.gov.br), onde ainda se encontram anexos relativos à portaria.

Podem atuar como coordenador pedagógico professores efetivos da rede estadual, com licenciatura plena em qualquer área e que tenha, no mínimo, três anos experiência efetiva na docência e estar lotado na escola onde se propõe ser coordenador.

O profissional de educação interessado em atuar como coordenador pedagógico deve comparecer à sua Gerência Regional de Educação (Gere) e formalizar seu interesse preenchendo uma ficha de inscrição e entregando demais documentos solicitados na portaria: cópia da Ficha Funcional; cópia do Diploma de Graduação, com apresentação de documento original para autenticação; cópia de Diploma de Pós-Graduação, se houver; carta de recomendação colegiada homologada por servidores ligados à docência na Unidade de origem.

O processo de seleção terá três etapas: inscrição; análise documental e entrevista. Trata-se de um processo de designação, sem prazo específico: para as escolas que estiverem sem coordenação, a aplicação é imediata. Para as que já possuem coordenadores pedagógicos, mas que ainda não estão nos parâmetros da portaria, será dado um prazo de sessenta dias.

“Lançamos a portaria para organizar critérios de lotação e designação, deixando claro qual o papel do coordenador pedagógico. O Programa Escola 10 reformulou a parte pedagógica da Seduc, lançamos núcleos pedagógicos e de formação, criamos a função de articulador de ensino. Precisávamos organizar a coordenação pedagógica”, explica a secretária executiva da Educação, Laura Souza.

Ascom – 15/02/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)